terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Girassol


Essa é a luxúria de minha alma. Devaneios à catarses compulsivas.E ainda me julgam sedentária.
Para Carolina de Machado, os olhos de girassóis meigos e atentos. Eu que já fui Liesel, Ana, Maria. Eu que já fui Merlim, Rudy e Hassan. Eu que um dia bailei com Dias, lutei ao lado de Arthur e defendi Dumonia.
Eu que fui bruxa,que fui princesa, já fui mosca numa metarmofose.
Eu que nunca me encontrei, que sempre te vi.
O amor expresso nos olhos, a cumplicidade ante a necessidade.
Para Carolina de Machado, sem preconceitos e egoísmo.
Eu que tive mil personagens,eu que fui mil personagens.
"Alice que vivia em um mundo cortado, partido ao meio como seu cabelo de Virginia Woolf, como assim insitiam em dizer. Nada de extraordinário, jovem burguesa com a alma envelhecida pela necessidade de não ser o que se pode.
Alice via o relógio, se perdia em um tempo que nunca seria vindouro. Ela desejava uma estrela, chamavam-na liberdade. Não,não. Ela não era uma princesa que vivia em uma torre distante. Alice era uma distante torre sombria e repudiante aos contos de fada.Ela era velha para o mundo.
Quando criança quis ser bailarina , dançar e voar como os pássaros. Lindo sonho não?!
Odeio essa fugacidade das coisas. Ela não pode mais caminhar, está presa por essa imobilidade física, que sequênciou sua psique.
Ela quer ter a lua, mas quer também seu reflexo.
Então a menina se joga da torre.
Seu corpo vai para o mar, então atinge o reflexo.
Sua alma vai para o céu, em busca da lua."
Eu que gosto de fadas.
Eu por mim mesma.

2 comentários:

Njord Cadarn disse...

"Eu que já fui Liesel, Ana, Maria. Eu que já fui Merlim, Rudy e Hassan. Eu que um dia bailei com Dias, lutei ao lado de Arthur e defendi Dumonia.
Eu que fui bruxa,que fui princesa, já fui mosca numa metarmofose."

nhaaaaaaaaaaaaaa
*-*

mais lionda do universo!!!!!

o texto ficou muito fofo!!!

gostei muito dessa parte acima^^

minha amazona!!!!!

Soda Cáustica disse...

knmksrLindo.
Uma delicada forma de calor..