segunda-feira, 5 de maio de 2008

Vida Longa ao fim.

Desde já saúdo. Saúdo a tudo aquilo que ousa ser.
E não me venha com esse seu pretensionismo e mesquinhez de saudar as coisas boas da vida,que em suma,preferem se esconder.
Saúdo o que é. E não ou o que tentou usurpar.
Você e todo esse seu dogmatismo, me enojam. Vamos pois,saudar ao desencanto religioso. Pecado seria crermos naquilo feito sem o bom senso do relativismo.Aquilo que se baseia na riqueza de fortalecimento do Ego, no fortalecimento financeiro e exposição de moralismo justificado em escrituras.
Saúdo quem erra. Aquele que errou buscando acerto.
Ahhh...de fato não haveria de saudar aqueles que corrigem o erro,esquecendo-se de que apontar erros,vem a ser um erro primordial.
Saúdo a dor,não como forma de sadismo ou masoquismo,saúdo a dor como aprendizado.Não venho catequizar-te,ou fazê-lo culpado e diminuto como as religiões o fazem. A dor,vem a ser útil,quando aproveitada com sabedoria.
Saúdo aos céus,e não aqueles que o habitam.Saúdo o azul claro que emana dos céus. O azul que dança com as borboletas. O azul que une ao mar, o mar que guarda Njord.Aquele que o amor não vingou por barreiras geográficas.
Saúdo a inocência, aquela que encanta e brota na expressão da simplicidade excêntrica. No riso puro de uma brincadeira infantil, e um amor adolescente,mas eterno.
Saúdo a sustentação. E quem haveria de ser minhas pernas se não fosse meu amigo?! Se não fosse quem me desse a mão e me erguesse bem alto. Brincadeira de borboletas e anjos.
Saúdo as palavras que descansam meus ombros de fardos pesados.Saúdo meus devaneios que libertam minha alma do "normalismo imposto".
Saúdo a vingança,que anula a auto-destruição. Simplicidade útil.
Saúdo ao silêncio, que já disse palavras o bastante. O silêncio que evita definições errôneas.O silêncio que define com sombras,desejos e olhos.
Para mãos dedos,para os dedos unhas.
Para nós,vida longa ao fim.
Princípio enaltecido.
Apenas vindas longas,partidas breves. Saudade distante.
E eu te amo.
Nefertite a Njord.

2 comentários:

Njord Cadarn disse...

O.O

Juro q um dia entendo como vc consegue escrever tão perfeitamente...

acho q é segredo de fada isso....

Ficou como todos seus textos Excelentíssimo amor

Beija-Flor disse...

'Saúdo a tudo aquilo que ousa ser.'

*-*
quando eu cescer, quero ser igual a você.